Agendamento WhatsApp
Tour Virtual
Rua Quirino dos Santos, 72 - Barra Funda Tel: +55 11 3393 3030

Brasil tem cerca de 900 mil entregadores; maioria não tem seguro nem garantia trabalhista

01/06/2021

Para especialista, ao mesmo tempo em que esses trabalhadores se tornaram ainda mais essenciais na pandemia, eles veem suas condições de trabalho se deteriorarem.

Não há dados precisos, mas estima-se que sejam mais de 900 mil entregadores em todo o Brasil. E a maioria não tem seguro nem garantia trabalhista. Para a socióloga Ludmila Abílio, ao mesmo tempo em que se tornaram mais essenciais do que nunca durante a pandemia, eles veem suas condições de trabalho se deteriorarem.

“Você tem uma enorme discussão hoje sobre as regulações desse trabalho. Isso está em disputa no mundo inteiro. Como é que a gente vai reconhecer o estatuto desse trabalhador? Como é que vamos proteger, dar garantias? Assegurar que esse trabalhador não passe 12 horas por dia na rua, 7 dias por semana vivendo com salário mínimo?”, questiona Ludmila Abílio

Flávio Prol, diretor da Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia, diz que as empresas de aplicativo funcionam como intermediárias entre serviços, e que o ideal seria que os entregadores se tornassem microempreendedores individuais, os MEIs.

“Não existe esse vínculo trabalhista direto entre o entregador e alguma empresa. Faltam todas as configurações de uma vinculação trabalhista comum, como a habitualidade, como a necessidade de você responder e estar à disposição do seu empregador”, diz Prol.

Segundo a Associação Brasileira Online to Offline, que representa mais de 140 plataformas digitais que conectam consumidores a produtos e profissionais autônomos, as empresas mantêm constante diálogo com os entregadores parceiros e buscam atender as demandas - além de oferecerem oportunidade de renda para autônomos, sem burocracia, em período de crise.

 

Fonte: G1
As notícias publicadas e reproduzidas nessa plataforma são de inteira responsabilidade de seus atores (citados na fonte). Dessa forma, os mesmos não traduzem necessariamente a opinião da Advocacia Trabalhista Borges


Quer saber mais sobre direito trabalhista? Fale com nossa equipe, agora!  

 

Enviar

Se você precisa de uma assessoria de direito trabalhista, fale com a gente: