Agendamento WhatsApp
Tour Virtual
Rua Quirino dos Santos, 72 - Barra Funda Tel: +55 11 3393 3030

Aposentados voltam ao mercado de trabalho para complementar renda

23/05/2019

Eles trabalharam por muito tempo, se aposentaram mas agora estão de volta e decidiram reassumir os postos de trabalho. Muitos aposentados não quiseram ficar parados. Outros, não tiveram escolha e voltaram para complementar a renda. Atualmente, o teto da aposentadoria do INSS é de quase R$ 6 mil e 80% dos aposentados ganham entre R$ 998 e R$ 1,2 mil.

A jornalista Célia Bretas se aposentou aos 60 anos após trabalhar por mais de quatro décadas. No ano em que ela achou que iria descansar, foi chamada para uma vaga no serviço público. Uma oportunidade para desenvolver uma nova aptidão e complementar a renda. "Tinha uma renda de chefe de assessoria de comunicação, que era razoavelmente boa e de repente na aposentadoria, quando eles fazem o cálculo, cai muito.

Eu aceitei assumir no estado, mas também não gosto de ficar parada. Não é saudável a gente parar", argumentou. Pelo menos 21% da população idosa que já se aposentou continua ativa no mercado de trabalho, segundo uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Segundo o levantamento, 47% dos aposentados que ainda trabalham estão nesta situação por necessidade financeira – ou seja, o valor do benefício do INSS não é suficiente para pagar as contas. Os feirantes José Antônio, de 76 anos, e a dona Santina, de 72, vendem pães, bolos e biscoitos nas feiras de Palmas e ainda realizam trabalhos sociais. "Tudo é a minha esposa quem produz, ela levanta 6h da manhã, trabalha até as 14h e depois saímos para a feira para vender.

O que sobra a gente distribui para as crianças da creche Semente do Verbo", disse ele. O economista Marcelo Bezerra argumenta que muitos aposentados não têm escolha. "A maioria da população, frisando, do setor privado, ganha muito pouco depois de se aposentar e com esse valor você não consegue nem manter a sua subsistência. Então as pessoas são obrigadas a terem uma segunda atividade ou continuar trabalhando na sua atividade ou em outra para se manter".

A situação deve se tornar mais comum no país. Uma dica do economista é procurar alguma atividade que ofereça satisfação. "Um conselho que eu sempre falo é o seguinte, depois de aposentado você vai continuar trabalhando? Então procure alguma coisa que você goste de fazer para que não seja um martírio, um trabalho depois da aposentadoria".

 

Fonte: G1